O Covid-19 e a Pandemia de Divórcios no Brasil

Related articles

A pandemia do novo coronavírus trouxe diversas mudanças, causando os mais variados impactos na vida de todos nós; destes, um dos mais visíveis ocorreu nas relações familiares.
Para muitos, essa é uma excelente oportunidade de estar mais próximo das pessoas queridas. Contudo, para outros, essa proximidade expôs a fragilidade do relacionamento ou dos sentimentos de alguns casais.
Com o confinamento residencial, em uma atitude forçada pelas circunstâncias da pandemia, o stress do risco do contágio e outros elementos de ordem emocional tem posto diversos relacionamentos à prova. Agora, a vivência diante do desafio da vida se mostra constante, contínuo, sem qualquer interrupção, fazendo com que os elementos que vinculam os casais se dissolvam de tal modo que não lhes resta alternativa, senão a separação. O que antes era amor tornou-se desespero.
O primeiro objetivo das medidas de distanciamento decretadas pelas Autoridades foi à adoção de um meio de restrição na propagação do contágio do Covid-19. Neste momento, de fato, as famílias assimilaram a medida como forma de proteção de seus membros, na manutenção da saúde e no resguardo da vida. Assim, os membros familiares foram levados, por força das circunstâncias, a construir uma nova relação, algumas vezes com efeitos bem danosos e de teor inimaginável, vindo a ocasionar uma outra pandemia, consequente da primeira, desta vez, com relação a divórcios e a separações.
Por isso que nós temos que recorrer ao evangelho em que Jesus diz vinde a mim todos que estais aflito e oprimido que eu vos aliviarei.
Em qualquer circunstância pense logo em Jesus.

Relacionado Posts

Próximo Post

Net @ - sites para internet